Antonio da Costa Albuquerque Filho

Formação Acadêmica:

– Mestrado em Engenharia de Pesca e Recursos Pesqueiros – Universidade Federal do Ceará (2003)
– Bacharelado em Engenharia de Pesca – Universidade Federal do Ceará (1998)

Experiência Profissional

– Associação Cearense de Criadores de Camarão – ACCC (2011- 2018) – Cargo – Secretário Executivo;
Desde janeiro de 2017, Diretor técnico.
– Associação Cearense de Aquicultores – ACEAQ (2011 -2018) – Cargo – Secretário Executivo

– Pratigi Alimentos S/A – Indústria de Alimentação Animal (2009 -2010)
Cargo – Supervisor Técnico de Vendas em Aqüicultura no Ceará, Piauí e Maranhão
– FAO/ ONU – Projeto de Desenvolvimento de Comunidades Costeiras – (2009)
Cargo – Consultor Pesquisador da FAO – Censo Aquícola
– Nutron Alimentos Ltda. – Indústria de Alimentação Animal – (2008)
Cargo – Assessor Técnico Comercial de Vendas – Rações Aquicultura – CE, RN, PI e MA
– FAO/ ONU Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – (2006 – 2008) Cargo – Consultor da FAO – Projeto de Desenvolvimento de Comunidades Costeiras
– Bioagro Representação Comércio e Indústria Ltda – (2005 – 2006)

Atividades desenvolvidas:

Secretariado Executivo setorial: Elaboração e avaliação de ações e projetos para a profissionalização e evolução dos setores da tilapicultura e carcinicultura no estado do Ceará abordando um direcionamento de sustentabilidade econômica, técnica e sócio ambiental, envolvendo a articulação institucional, criação e acompanhamento de câmaras setoriais, difusão de conhecimentos técnico-científicos junto aos produtores, aproximação entre o setor produtivo e as inovações tecnológicas, planejamento e execução de ações marketing tilápia, coordenação técnico científica de seminários e encontros setoriais, execução de palestras técnicas e organizacionais do setor da aqüicultura em eventos nacionais, planejamento, elaboração e execução de estratégia para censo aquícola no estado do Ceará.

Articulação Institucional: Coordenação e secretariado executivo de grupos de trabalhos interinstitucionais com participação de instituições federais, estaduais e municipais, envolvendo as áreas de ordenamento e fiscalização ambiental, de ensino superior e pesquisa, de empreendedorismo, do ordenamento aquaviário e do ordenamento da aqüicultura.

Aqüicultura: Ostreicultura – Produção de sementes de ostras em Santa Catarina e produção experimental de bivalves no estado do Ceará. Algicultura – Cultivo de macro algas no estado do Ceará. Piscicultura – Apoio técnico e comercial em cultivos de tilápias e peixes redondos no nordeste. Carcinicultura – Apoio técnico e comercial em cultivo do camarão cinza, Litopenaeus vannamei. Elaboração de licenciamentos ambientais com abordagem em Programas de Controle Ambiental e Planos de Monitoramento Ambiental em aqüicultura.

Desenvolvimento e Meio Ambiente: Comunidades costeiras – Capacitações técnicas em aqüicultura, e capacitações em questões sociais de gênero, associativismo e divisão de trabalho. Meio Ambiente – Interação da sísmica de águas de transição com meio ambiente e a pesca local – Monitor da atividade sísmica com identificação de organismos dos grupos dos Cetáceos, Quelônios e Sirênios. Análise e soluções dos efeitos negativos da sísmica com a pesca artesanal.

Técnico e comercial: Supervisão e venda técnica de rações para aqüicultura nos estados do Ceará, Piauí, Maranhão e Rio Grande do Norte. Com ênfase para tilapicultura e carcinicultura, tendo como público alvo empresas, cooperativas e associações.